Archive for the 'Inovação corporativa' Category

Inovação Física

Em 1997, um ano antes de me graduar em Educação Física pela UDESC (sim, eu já andei por esses lados, antes da publicidade) tive a oportunidade de estagiar no Núcleo de Cardiologia e Medicina do Exercício do CEFID/UDESC.

Trabalhar com prevenção de doenças crônico-degenerativas é uma das áreas da Medicina Desportiva mais fascinantes. Você tem a possibilidade de tratar problemas gravíssimos com o auxílio da atividade física direcionada, personalizada e monitorada bem como a prevenção de tais problemas.

Foi por lá que conheci o trabalho dessa figura cativante que é o Dr.Tales de Carvalho, Médico responsável pelo Núcleo.

Foi ele mesmo que, alguns anos antes, havia apresentado a proposta de tratar crônico-degenerativas utilizando a atividade física como coadjuvante, em outra instituição da região. Foi descartada. Na época a idéia de tratar cardíacos e hipertensos com atividade física devia despertar desconfiança em instituições de saúde. Propostas mais ousadas e inovadoras normalmente tem essa receptividade.

A proposta foi levada então para o Centro de Educação Física e Desportos da UDESC, aprovada e posta em prática.
Resultado: com início das atividades em 1991 o Núcleo é hoje referência nacional em sua área, atendendo em média 3.500 pessoas por ano.

Lembro, na época em que estagiei por lá, de casos com operação cardiáca marcada (safena) serem revertidos com as atividades físicas específicas, sempre com o acompanhamento médico e tratamento com medicamentos paralelos, chegando a não precisar da intervenção cirúrgica.

Foi nessa época que entendi a importância da atividade física na saúde humana. E não falo aqui de esporte, mas o uso daquilo que é natural e íntrinsico a nossa estrutura para a melhoria de vida. Fomos feitos para se mexer.

Tantos usos quanto cores na paleta

Uma das coisas mais legais em inovação  é quando empresas avançam além do aperfeiçoamento de produtos ou serviços: se lançam em novos usos, ganhando mercado e agregando valor à marca.

Novos usos é uma inovação tanto de produtos quanto de processos, quebrando paradigmas dentro do modus operandi tradicional da empresa. Mas é preciso ousadia. E uma bela visão de negócios e futuro.

Ver o que todo mundo viu e pensar o que ninguém pensou é um exercício diário de associação de idéias, repensando o que existe em novas formas de apresentação. Isso é o fascinante na manifestação humana, essa capacidade de juntar coisas diferentes em um novo contexto.

No Marketing, os exemplos são vários. Dois que me chamaram atenção nos últimos cliques.

Pantone.

Pantone sempre foi sinônimo de gráfica, escala de cores, design e fechamento de arquivos.

Esse era o ambiente da marca, onde ela vivia e ganhava mercado. Mas o mercado mudou.  Alguém lá dentro deve ter pensado “vamos associar a marca a outros produtos” e lançaram primeiro uma parceria com a Gap (roupas) e a Nespresso (xícaras) e depois bolsas.

pantone21

mimosa-and-store

pantone11

É uma surpresa ver no mercado novos usos para uma marca já tão consolidada. Com certeza publicitários, designers e afins serão usuários mais felizes da pantone.

Outro exemplo é o Prêmio Suvinil de Inovação. A empresa de tintas que vem se reinventando nos últimos anos (um exemplo legal é o site, totalmente interativo) criou um concurso cultural, artístico e científico,  para estimular a criatividade nos estudantes em projetos que “gerem tendências, livres de preconceitos, detectando novos talentos e propiciando oportunidades, inclusive, de implantação de tais projetos pela própria BASF S/A.”

suvinil

Ou seja, além de novos usuários em potencial, a empresa de tintas quebra o paradigma atual (e chato) de apenas vender tintas, se posicionando além do varejo. É sutil, mas está lá. Associar a marca a projetos e tendências é uma grande jogada.  Pintar com Suvinil passa a ser uma outra experiência de consumo.

O prêmio se divide em três categorias: Categoria Processos, Categoria Eco e Categoria Decoração. Vale conferir.

Agora, não foi a toa escolhi duas empresas ligadas a cores:

Pantone e Suvinil! quem sabe vocês não fazem uma parceria e laçam uma linha de tinta para ambientes ou algo assim? E depois visitem nossa agência, no link aí do lado 😉

(infos Pantone via: bulletupdateordie e W2products)